Mais posts legais para você ver
Arquivos
Please reload

Papo de fotógrafo: Fotografando crianças

February 11, 2017

escrito por

Dias atrás visitei um grande amigo que há anos não o via. Relembramos diversos e divertidos momentos que passamos com toda nossa trupe. Dias divertidos e inesquecíveis.

Mas esta visita foi bem diferente daquelas que relembramos, desta vez eu estava lá com uma missão. Fotografar seus filhos!

 

Fotografar crianças é uma tarefa diferente e muito divertida para mim, sou do tipo brincalhão e crianças adoram isso, as sessões ficam descontraídas, as crianças confortáveis e as fotos alegres. Quanto mais brincalhão, melhor, não é? Nem sempre!

 

Fotografar crianças não é tarefa fácil, elas não enérgicas, pulam, correm, querem brincar, brincar e brincar… E aí está o “perigo” número 1, é muito fácil se perder numa sessão de fotografia de crianças, você olha o relógio e já se passaram 40 minutos e começa a achar que não conseguiu as fotos que precisava, principalmente se a sessão for um parque com brinquedos, como essa que fiz.

Para que a frustração não comece a atrapalhar a sessão de fotos é necessário manter o foco. E ai está perigo número 2!

 

Crianças se animam e desanimam muito fácil, manter o foco apenas na sessão para que você consiga fotografá-los pode desmotivar as crianças, isso porque, na maioria dos casos, crianças não gostam de serem dirigidas, posar para fotos ou fazer algo que eles não queiram no momento. E isso pode ser desastroso para a sessão ou no mínimo levar mais tempo do que havia planejado para concluir.

 

Então, como dosar as brincadeiras e o foco para conseguir concluir uma sessão no tempo planejado e fazer as fotos que seu cliente vai amar?

 

Bom, para isso preparei 6 pequenas dicas que podem ser úteis quando você estiver fotografando crianças:

 

  1. Reserve 10 ou 15 minutos para conversar com os pais e as crianças: Construa um relacionamento mais próximo com as crianças, chame-as por seus nomes, saiba se eles tem apelidos que gostem, o que gostam de brincar, fazer etc. Converse muito, sente-se no chão para ficar na altura dos olhos deles, fique próximo.

  2. Conheça o local onde você irá fotografar e ambiente-se: Você pode fazer isso enquanto conversa com os pais e crianças. Você pode usar o pretexto de conhecer o local enquanto quebra o gelo com as crianças. Ande pelo local com elas, incentive a brincarem nos locais que você acha legal para fazer fotos. Conheça o local e crie uma relação entre as pessoas e o local.

  3. Retire seu equipamento da mochila: Só depois que as crianças estiverem mais a vontade com sua presença pegue sua câmera e comece a fotografar, de preferencia com um lente normal ou tele, onde você fica em uma posição mais distante fisicamente das crianças, isso irá deixa-las mais tranquilas no começo e ajudará a se soltarem.

  4. Dirija a sessão, tudo está sob seu controle: Neste ponto você já tem as crianças sob certo controle, você já sabe como elas se compartam, do que gostam e o que querem, e todos já estão acostumados com o lugar. Aproveite! Pergunte as crianças o que elas mais gostaram do lugar, o que elas querem fazer ou onde elas querem brincar. Estimule a fazerem algo legal, dê ideias de poses e sugestões de brincadeiras, neste ponto elas já devem estar aceitando tudo o que você propõem com um lindo sorriso no rosto.

  5. As fotos que você imaginou ficam por último: Todos nós imaginamos milhões de fotos que podemos fazer antes e durante uma sessão, tenha calma, entenda o ritmo das crianças e insira elas dentro da foto que você imaginou, não vá direto ao ponto pedindo uma pose, ou fique aqui ou fique ali. Incentive elas a fazerem a foto por você, é um retrato que você quer? Fala para criança que você não acredita que ela consegue fazer a pose X ou a cara Y ou segurar algo. Você quer ela em ação? Duvide dela… 

  6. Deixe a criança ser criança: Quando a sessão estiver chegando ao fim avise para as crianças que você já acabou e que elas já podem fazer e brincar onde querem, fique com a câmera em mãos e próximo as crianças, chame os pais para conversar sobre a sessão, pergunte o que acharam, se gostariam de alguma foto em especial e tudo mais. As crianças começaram a ficar entendidas com a conversa e em um piscar de olhos irão fazer algo espontâneo. Esteja pronto, aproveite estes momentos!

 

Tenho certeza que estas dicas irão lhe ajudar nas sessões externas com crianças, domar as férinhas nem sempre é tarefa fácil e manter o controle da a situação é muito importante. Afinal, a fotografia diz muito sobre você e quem está na foto.

 

Agora veja todas as fotos desta linda sessão do Diego e Miguel clicando aqui!

Compartilhar
Curtir
Please reload

O que você achou deste post?

Please reload

Bruno Romulo - Todos os direitos reservados 

E-mail: me@brunoromulo.com / Fone: (11) 95862-9374 / São Paulo